Documents

Interpretação Simultânea e a Linguística de Corpus Na Preparação Do Intérprete Carla C. Lima Nejm (Universidade de São Paulo)

Description
Interpretação Simultânea e a Linguística de Corpus Na Preparação Do Intérprete Carla C. Lima Nejm (Universidade de São Paulo)
Categories
Published
of 14
22
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
     ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009)   593   Interpretação simultânea e a linguística de corpus na preparação do intérprete  Carla C. Lima Nejm (Universidade de São Paulo) Resumo: Este artigo descreve uma metodologia para a elaboração de glossários bilíngues, inglês / português, voltados às necessidades de preparação do intérprete de conferência, no modo de simultânea, usando as ferramentas da Linguística de Corpus e considerando a pouca quantidade de dados e tempo para a preparação do profissional. Apesar do crescente número de publicações sobre estudos de interpretação, ainda não há uma bibliografia extensa em português que apresente material de suporte na preparação do intérprete. O modelo de glossário proposto tem como objetivo incluir não apenas termos técnicos e acrônimos, mas também colocados de termos e paráfrases, pois o acesso a essas informações não apenas permite que a interpretação siga as normas da convencionalidade da língua de chegada, como também poupa o intérprete de depender tanto de um conhecimento intuitivo da língua, reduzindo, assim, a carga cognitiva. Devido ao pouco tempo para a preparação do intérprete, é impraticável fazer uma leitura detalhada de grande quantidade de material de estudo. A Linguística de Corpus, por permitir o estudo de grandes coletâneas de textos e possibilitar a análise dos padrões de linguagem em textos naturais, foi usada na elaboração dos glossários. A metodologia descreve a elaboração de um glossário por evento, sendo que os corpora coletados têm como base as informações enviadas pelo contratante do serviço, biografias de palestrantes, resumos de palestras e outros documentos relevantes. Os corpora foram explorados com o programa WordSmith Tools. Ao final, os glossários foram avaliados tendo como base a transcrição das palestras proferidas. Palavras-chave: Interpretação Simultânea; Linguística de Corpus; Elaboração de Glossários. 1 Introdução Com a abertura de mercados externos, o envolvimento de instituições na resolução de conflitos internacionais e a necessidade de comunicação rápida, multilíngue, altamente especializada e profissional, a participação do intérprete de conferência torna-se cada vez mais essencial para fazer a mediação da comunicação nesse contexto     ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009)   594   multicultural e multilíngue. Esse profissional tem que estar preparado para trabalhar em diversos cenários que exigem conhecimento técnico,  já que são os especialistas, em sua maioria, que participam de congres-sos, seminários e reuniões de negócios. Considerando a pouca biblio-grafia e estudos sobre a preparação desse profissional, este artigo tem como objetivo descrever uma metodologia de elaboração de glossários bidirecionais, português / inglês que atendam às necessidades do intérprete, fazendo uso da Linguística de Corpus como uma ferramenta adicional a esse processo. Além da elaboração dos glossários, também apresentaremos um método para avaliá-los para analisar quantos dos termos inseridos foram efetivamente usados nas palestras. 2 Interpretação Partindo de uma definição mais ampla da interpretação, como sendo, “uma mediação interlinguística, intercultural, oral ou de sinais, possibilitando a comunicação entre indivíduos ou grupos que não compartilham, ou que escolhem não usar, a(s) mesma(s) língua(s)” Pöchhacker (2002, p. 3) 1 , começamos por descrever os modos de interpretação que serão nosso objeto de estudo neste artigo, a interpretação de conferência, simultânea e consecutiva, com maior ênfase no modo simultâneo, não tratando aqui da interpretação de sinais. O termo interpretação de conferência é usado para descrever a interpretação usada em um contexto de comunicação multilateral, como no caso de conferências em que os participantes são representantes de várias nações e instituições. Geralmente, ela se dá em um ambiente internacional, embora, hoje, exista um mercado local importante para os serviços de interpretação de conferência especialmente entre a língua inglesa e a língua nacional (Pöchhacker, 2004). Com o desenvolvimento de equipamentos de transmissão, na década de 1920, tornou-se necessário distinguir a interpretação consecutiva da simultânea. Na interpretação simultânea, o intérprete trabalha dentro de uma cabine com isolamento acústico e equipa-mentos, ou mesmo com equipamento móvel sem cabine, em eventos menores e visitas externas, como, por exemplo, à fábricas. O intérprete ouve o palestrante e traduz a mensagem quase que simultaneamente, alguns segundos após ter ouvido o texto de partida. Na interpretação consecutiva, não há equipamentos, o intérprete ouve o palestrante por 1  Todas as traduções citadas neste trabalho são minhas.     ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009)   595   um curto período de tempo, faz anotações e, depois, produz seu texto com base na memória e no que foi anotado. 3 Mercado Neste artigo, nossos exemplos estão centrados no mercado brasileiro de interpretação de conferência. Não é nosso objetivo aqui descrever a trajetória de profissionalização dos intérpretes, mas, sim, descrever os cenários de trabalho mais comuns em que os intérpretes profissionais brasileiros atuam. No contexto europeu, as entidades como o Parlamento Europeu, a Comissão Europeia e o Tribunal de Justiça Europeu contam com sua própria equipe de intérpretes e tradutores. De acordo com o site  oficial do Parlamento Europeu 2 , seu quadro de funcionários conta com 430 intérpretes contratados e 2.500 intérpretes autônomos que trabalham sempre no mesmo contexto fazendo uso da mesma terminologia. Em princípio, cada intérprete trabalha apenas para sua língua materna. No Brasil, a realidade é diferente. A maioria dos intérpretes é formada por autônomos que prestam seus serviços para uma grande diversidade de clientes de todos os setores. Os intérpretes trabalham tanto para sua língua materna quanto para suas línguas B, uma língua que não é a materna mas para a qual o intérprete pode traduzir. Portanto, a rotina do intérprete inclui uma preparação contínua de uma multiplicidade de temas, bem distintos entre si, que é geral-mente feita em um curto espaço de tempo. 4 Glossários de intérpretes Os glossários são uma das ferramentas mais importantes para intérpretes e tradutores. É uma maneira de adquirir e estudar a termi-nologia de uma determinada área e uma fonte de referência durante o trabalho de interpretação.  As características gerais dos glossários para intérpretes são distintas das dos glossários para tradutores. De acordo com Gile (1995), os glossários para intérpretes são preparados com maior rapidez do que glossários de tradutores devido à falta de tempo, os acréscimos e correções são feitas antes e durante o evento, os glossários são 2 ahttp://www.europarl.europa.eu/parliament/public/staticDisplay.do?id=155&pageRank=4&language=EN     ANAIS DO X ENCONTRO NACIONAL DE TRADUTORES & IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE TRADUTORES (ABRAPT-UFOP, Ouro Preto, de 7 a 10 de setembro de 2009)   596   preparados para uma comunicação imediata em um contexto específico, e não como referência para longos períodos, um novo glossário é preparado para cada nova conferência, as informações acerca da confiabilidade das informações são poucas: fonte, significado dos termos e uso. Gile (1995, p. 150) também aponta a importância de se ter acesso fácil ao conteúdo dos glossários, “os glossários não são muito úteis se sua organização interna não facilita o acesso interno”.  Além de incluir termos técnicos das áreas estudadas, nossa proposta é incluir também acrônimos e suas pronúncias consagradas, explicações de conceitos estranhos à cultura da língua de chegada, de forma breve e sucinta, nomes e atribuições de instituições e colocados dos termos. Para explicar a importância da inclusão de acrônimos, segue um exemplo retirado de um corpus de estudo 3 , no qual encontramos a seguinte definição para o acrônimo, IEEE:  A non-profit organization, IEEE is the world's leading professional association for the advancement of technology. The IEEE name was srcinally an acronym for the Institute of Electrical and Electronics Engineers, Inc. Today, the organization's scope of interest has expanded into so many related fields, that it is simply referred to by the letters I-E-E-E (pronounced Eye-triple-E). ”   Ou seja, no próprio corpus de estudo, além da definição do acrônimo e de um breve histórico de sua srcem, encontramos a sua pronúncia correta. Diferente da tradução, na interpretação, a pronúncia pode ser tão importante quanta a escolha correta do equivalente de um termo técnico. Conforme mencionado acima, nossa proposta de glossário visa também a inclusão de colocados de termos e seus equivalentes. Na interpretação simultânea, o texto srcinal chega em partes, e o intérprete deve reagir e interagir com cada enunciado, podendo haver sobre-posições entre os vários elementos da sequência. O ponto de referência mais tangível para o intérprete na modalidade simultânea são os sinais textuais, ou recursos usados pelo intérprete no processamento do texto, entre eles, a coesão lexical. Um importante aspecto da coesão lexical está relacionado ao da escolha lexical. De acordo com Hatim e Mason (1997), a colocação é essencial para se estabelecer a coesão lexical. Koch (2004, p. 36) também aponta a importância da colocação, a qual “permite que se faça o texto progredir, garantindo, simultaneamente, a 3  http://eeeic.eu/2009/08/13/about-ieee/
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x