Others

Mistral's Kiss - Laurell K. Hamilton

Description
1 MISTRAL´S KISS Meredith Gentry 05 LAURELL K. HAMILTON Chegou a hora que Meredith Gentry abandone seu trabalho de detetive e cumpra com sua última obrigação para o mundo das Fadas, onde seus esforços por conceber um herdeiro para o trono da Corte Escura são cruciais para restituir a magia, e a vida, para o reino fantasioso. E embora sua busca pode ter abundantes prazeres, as sombras de intriga continuam impregnando a corte real… e a sabotagem pode espreitar em qualquer esquina. Enquanto o Mo
Categories
Published
of 225
15
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Similar Documents
Share
Transcript
    1    2 MISTRAL´S KISS Meredith Gentry 05   LAURELL K. HAMILTON Chegou a hora que Meredith Gentry abandone seu trabalho de detetive e cumpra com sua última obrigação para o mundo das Fadas, onde seus esforços por conceber um herdeiro para o trono da Corte Escura são cruciais para restituir a magia, e a vida, para o reino fantasioso. E embora sua busca pode ter abundantes prazeres, as sombras de intriga continuam  impregnando a corte real… e a sabotagem pode espreitar em qualquer esquina.  Enquanto o Montículo Escuro volta a despertar nos jardins mortos, as poderosas maldições estão no trabalho. O tio do Merry, o Rei da Luz e da Ilusão, maquina acusar a seus sentinelas imortais de delitos atrozes. E a própria ordem da magia de Merry trocou que direção  grosseiramente e perigosamente imprevisível. À medida que as maquinações são tramadas, e as estratégias e subterfúgios levados a seu fim, o destino de um mundo inteiro gira ao redor da sorte de Merry Gentry: objeto de obsessão,intenção de traição e peão do incerto destino.   CréditosComunidade Traduções de Livros   [http://www.orkut.com.br/Main#CommTopics?cmm=25399156] Revisão  : Pris Coutinho [http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=6527944174643517276] Revisão : Karina Angélica  [http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=12295852523678768516]       3 CAPÍTULO 1 SONHEI COM CARNE MORNA E BISCOITOS. ENTENDI O SEXO, MAS osbiscoitos... por que biscoitos? Por que não bolos, ou carne? Mas isso é o que meusubconsciente escolheu sonhar. Estávamos comendo na diminuta cozinha de meuapartamento em Los Angeles -- um apartamento no que já não vivia, além de emsonhos, claro — . Ali estávamos eu, a princesa Meredith — o único membro da famíliareal do Mundo das Fadas que tinha nascido em solo americano — e meus guardasreais, mais de uma dúzia deles.Moviam-se ao meu redor com suas peles da cor da noite mais escura, da corda neve mais branca, da cor dos pálidos brotos recém-nascidos e da cor das marronsfolhas outonais caídas no chão do bosque, um arco íris de homens movendo-se nuspela cozinha.Na cozinha real do apartamento mal teríamos cabido três de nós, mas nosonho todo mundo andava pelo estreito espaço que havia entre a pia, a cozinha e osarmários como se tivéssemos todo o lugar do mundo.Estávamos comendo biscoitos porque acabávamos de ter sexo e parecia quecom todo esse esforço tinha nos dado fome. Os homens andavam ao meu redor comgraça e completamente nus. Vários deles eu nunca havia visto nus. Moviam-se com apele da mesma cor que o brilho do sol no verão, o branco translúcido dos cristais,coloridos para os que não tinham nome porque essas cores não existiam fora domundo das fadas. Deveria ter sido um bom sonho, mas não era. Sabia que algo nãoestava bem, tinha esse sentimento de ansiedade no que alguém entra quandopercebe que as visões de felicidade são só simplesmente um disfarce, uma ilusão paraencobrir a maldade que está por vir.E o prato de biscoitos estava aí tão inocente, tão normal, mas ainda assim meincomodava. Tentei chamar a atenção dos homens, tocando-os, sujeitando-os, mascada um deles sucessivamente pegava um biscoito e dava uma dentada como se eunão estivesse ali.    4 Galen com sua pálida pele de um verde claro e olhos muito mais verdesmordeu um biscoito e um jorro de algo saiu disparado de seu interior. Algo espesso eescuro. Um pouco desse líquido escuro se escorreu pela comissura de sua bela bocacaindo sobre a bancada branca. Essa única gota salpicada se pulverizou, e eravermelha, muito vermelha e fresca. Os biscoitos estavam sangrando.De um tapa arranquei o biscoito da mão do Galen. Recolhi a bandeja paraevitar que os homens seguissem comendo. Estava cheia de sangue. Gotejava etransbordava pelas bordas, vertendo-se em minhas mãos. Deixei-a cair rompendo-seem pedaços, e os homens se agacharam como se fosse o mais normal do mundocomer no chão e entre cristais quebrados. Empurrei-lhes para trás, gritando... — Não!Doyle elevou a vista me olhando com seus negros olhos e disse: — Mas é a única coisa que temos pra comer a muito tempo.O sonho mudou, como fazem os sonhos. Eu estava de pé em um campo abertorodeado por um círculo de árvores distantes. Além das árvores, as colinas seelevavam contra a palidez de uma noite de inverno iluminada pela lua. A neve seestendia como uma manta lisa sobre a terra. Eu estava de pé, afundada na neve atéos tornozelos. Tinha posto um folgado vestido comprido tão branco como a neve.Meus braços estavam expostos à fria noite. Deveria estar congelando, mas não eraassim. Era um sonho, simplesmente um sonho.Logo, notei algo no centro da clareira. Era um animal, um pequeno animal branco, e pensei… É por isso que não o vi, pois era branco, mais branco que a neve. Mais branco que meu vestido, que minha pele, tão branco que parecia resplandecer.O animal estirou o pescoço, cheirando o ar. Era um porquinho, mas com umfocinho mais comprido, e com as patas também mais largas, não se parecia comnenhum dos porcos que eu tinha visto antes. Embora estivesse no centro do camponevado, não havia nenhum rastro de pegadas na neve intacta, nenhum caminho peloque o porquinho pudesse ter chegado até o centro do campo. Era como se o animalsimplesmente tivesse aparecido ali.Joguei uma olhada ao círculo de árvores só durante um momento, e quandoolhei de novo ao porquinho, este tinha crescido. Pelo menos tinha aumentado algo
Search
Tags
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x