Education

Conflict management.docx

Description
1. 14,15,16,17 e 18-11-2016 , Florença, Itália. 14 -11 : Frase de abertura Exercício : Dobra-se uma folha de papel A4 ao meio e fica em cima da mesa tipo triangulo. Do…
Categories
Published
of 20
24
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Similar Documents
Share
Transcript
  • 1. 14,15,16,17 e 18-11-2016 , Florença, Itália. 14 -11 : Frase de abertura Exercício : Dobra-se uma folha de papel A4 ao meio e fica em cima da mesa tipo triangulo. Do lado que os outros vêm escrevemos o que supomos que mostramos logo que nos vêm, do outro lado escrevemos o que não se vê em nós á primeira vista. Falamos sobre as duas coisas. - Como gerir o conflito sem ideias de ganhar ou perder? ; Como enfrentar o problema e não esconder? ; Como não se consegue acabar com o bulling depois de todos estes anos? ; Como gerir o mobhing( bulling entre colegas) O que acontece quando há conflitos na sala de aula? - Os estudantes aprendem menos [Escreva texto] Página 1
  • 2. - Torna-se um ciclo vicioso. Estereótipos [Escreva texto] Página 2
  • 3. As fontes do conflito : - Trabalho autónomo e individual - objetivos diferenciados - problemas de comunicação - ambiente de trabalho - diferenças de personalidade : 10% resulta do que se diz mas 90% dos conflitos acontecem pela forma como se dizem as coisas. A melhor forma de lidar com os conflitos : [Escreva texto] Página 3
  • 4. Nota : Temos que escolher as “batalhas” , não se pode competir em todas. Como promover um ambiente positivo na escola : - Os alunos que se sentem seguros, aceites e pertencentes á comunidade escolar não entram em conflitos gostam dos seus amigos e vice-versa, aprendem coisas, confirma que os adultos são realmente adultos e os protegem do que é mau e ou perigoso. - Os alunos sentem-se seguros se tiverem estabilidade. - precisam de barreiras impostas pelos adultos - Gostam de se sentir incluídos/pertencentes a. Como incluir todas as coisas que nos fazem ( os fazem) sentir seguros, na escola? - Todas as crianças precisam de um herói. - Não aprendem com quem não gostam. [Escreva texto] Página 4
  • 5. -Temos que os ouvir mais e falar menos. - Fazer com que cada um se sinta único e inimitável - Encorajá-los - Trata-los com respeito, formalmente, mas num ambiente caloroso. Exemplos: Trocar lugares logo que se dê conta que começa a nascer um conflito; se o aluno não gosta de ira ao quadro, o professor pode ficar perto dele e até evitar que mostre erros que possa fazer, ajudando. 15-11 O conflito pode ser uma oportunidade Alguns exemplos de praticas dos outros países relativamente á forma de lidar com os conflitos: - Na Finlândia os alunos que estão a provocar o conflito mudam para outra sala de aula que estiver a decorrer. - Os estudantes têm que fazer promessas a outros, como por exemplo: eu prometo que brinco contigo durante uma semana. [Escreva texto] Página 5
  • 6. - Existe ainda um professor “peacemaker” que conhece a turma e vai falar com os perturbadores. Espanha : Os alunos do ensino especial têm aulas de matemática e de espanhol separados da turma a que pertencem. Os alunos trabalham com pessoas da 3ª idade, ensinam tic . Têm uma corrida solidária que custa 1 euro e correm professores e alunos ( espirito de comunidade, de pertença) - Na polonia existem professores tutores mas são formados para essa função. Todos os estudantes tê um tutor. - Lituânia – o 1º intervalo é de 5 minutos, o 2ª de 10m e o 3ª de15m até 30m. Neste fazem-se danças, cantam, etc com professores orientadores. - Existe um gabinete de conflitos - Existe um clube de tiro na escola ligado à Lithuanian Riflemen's Union que é frequentado por muitos alunos para que lhes seja incutido o amor á pátria , o respeito e a tolerância. - Em lanzarote, colégio Mercedes Dias, que foi uma antiga professora, tem um pentágono de pontos que norteiam a escola e que são : Identidade, Emocional, Social, Mente e Corpo. - Eslovénia [Escreva texto] Página 6
  • 7. - As escolas “positivas” pautam-se por : “ Eu posso, tu podes, nós podemos muito mais” Frases chave - Eu vou conhecer-me - Eu sou um líder de mim próprio - Eu posso. -Eu procuro entender-te. - Eu comunico contigo. Nesta abordagem, os bonding days ( dias de reunião, contactos, sessões) são necessários e uma mais valia para que os alunos tenham o sentimento de pertença. [Escreva texto] Página 7
  • 8. Um exercício para fazer : - Cada aluno escreve num papel coisas de que gosta e coisas de que não gosta ( de comer, de fazer..)… Seguidamente juntam-se 2ª dois e um desenha dois círculos que se intersectam, seguidamente, vão colocado na intersecção os pontos comuns que estão no papel que escreveram e chegarão á conclusão que têm muito mais coisa em comum do que imaginavam. NB: neste jogo não se diz tudo, ou seja vão-se dando indicações à medida que o jogo decorre. Em pessoas que já se conhecem bem, é melhor fazer um sorteio par formar os pares. 16-11 [Escreva texto] Página 8
  • 9. - Criar um conexão com os alunos é muito importante - Criar também um ambiente tranquilo com os encarregados de educação; não podemos esquecer que os alunos são filhos/diamantes dos pais. Normalmente os pais falam com o coração e os professores falam com a cabeça. - Ouvir os pais e saber do que os filhos gostam e como são em casa é um grande passo para estabelecer empatia com os alunos. A empatia está ligada ao : “Estou contigo”, “entendo o que sentes”… Quatro elementos fundamentais da empatia : 1- Perceber/Ver o mundo deles 2 – Entender os sentimentos 3- Não fazer julgamentos [Escreva texto] Página 9
  • 10. 4 - Comunicar - As nossas emoções podem ser controladas e é importante sabermos isso, fazê-lo e ensinar os nossos alunos. [Escreva texto] Página 10
  • 11. Quando os alunos estão a perturbar a aula, que necessidades pretendem satisfazer? 1 – Sentirem-se importantes/poderosos Forma apropriada Ser bom estudante Ter boas notas Ser delegado de turma Ter bom comportamento Forma inapropriada Bater nos outros Perturbar a s aulas Desrespeitar as regras Faltar ás aulas 2 – Sentirem-se seguros/a salvo Forma apropriada Ter amigos Forma inapropriada Seguir lideres tóxicos 3 – Pertencer/ser parte [Escreva texto] Página 11
  • 12. Forma apropriada Juntar-se a clubes cooperar Forma inapropriada Criar gangs Rotinas de iniciação 4 – Ser livre Forma apropriada Dar opiniões Escolher amigos e grupos Forma inapropriada Não respeitar as regras 5 – Divertir-se Forma apropriada Dança Música jogos Forma inapropriada Beber Fumar Conduzir velozmente 17-11 Filmes : inside out ( os pensamentos das crianças e dos pais) Breakfast club ( um sábado na escola por mau comportamento ) Mean girls ( bulling ) - Se queremos enviar uma mensagem positiva aos pais sobre os seus filhos e não a temos, podemos optar por questionar o aluno , como por exemplo: Quando é que posso enviar ao encarregado de educação uma nota [Escreva texto] Página 12
  • 13. positiva? Bystander revolution – não se pode ficar a assistir e nada fazer perante cenários de bullying, tem que se ajudar e colocar-se no lugar da vitima. ( vários figuras publicas prestam comentários) Upstander – fazer alguma coisa, agir. Na lituânia o bullying tem crescido e existem vários programas de intervenção : alunos a vigiar alunos não funciona, aumentou o problema. [Escreva texto] Página 13
  • 14. A abordagem ao bullying de forma indirecta e subtil, pode ser feita em todos os currículos, a nível das emoções, cores, musica, resolução de problemas, culturas, regras, colaboração, interacção. - Em Espanha o director de uma escola relacionou o bullying com as fases da lua e concluiu que aumenta na lua cheia. O que os professores podem fazer : - Aumentar as relações de empatia entre os alunos - Estabelecer regras - Fazer um ritual em que todos sejam participantes Ex: cumprimentar á porta cada um deles e dizer o nome.. Quando há um comportamento de conflito e ou bullying, deve ouvir-se mais do que falar. Ouvir as duas partes. Pedir que escrevam e tentar encontrar a raiz do problema. 18 -11 –último dia - Ilária Jogo : Escolhemos uma pessoa e descrevemo-la e os outros têm que adivinhar de quem estamos a falar. ( swap identities) Palavras chave do curso : Ouvir, perguntar, lidar com, empatia, não julgar, prevenção…para isso é necessário controlarmo-nos : Respirar [Escreva texto] Página 14
  • 15. Criar distancia Não se envolver Estereótipos e preconceitos: A história dos emigrantes da Nicarágua que não deixaram o filho ir numa visita de estudo e dormir for. Quais as razões ? Perguntar……A solução é que passaram situações de guerra e tinham de estar todos juntos. Livro recomendado thinking fast and slow Pensar Depressa e Devagar “Thinking, Fast and Slow (2011) devia ser o livro utilizado nas escolas para fazer a introdução à Psicologia, com isto quero dizer que o livro é de tal forma fundamental na compreensão da cognição humana que se torna obrigatório. O livro vai ao fundo daquilo que somos, e porque vemos o mundo desta forma. O livro não pode transformar-nos, mas pode deixar-nos muito mais conscientes daquilo que nos comanda. O livro é de tal forma fundamental que vários livros, bestsellers sobre o comportamento humano, se têm baseado nos estudos aqui apresentados “ Percepção humana [Escreva texto] Página 15
  • 16. - A realidade é muito vasta para ser absorvida pelos 5 sentidos, assim, a interpretação é essencial para a mente humana. Sempre que nós interpretamos, categorizamos. Ex: Tudo o que nós vemos é novo, mas usamos as nossas suposições/conclusões para organizar e categorizar o que vemos. Rótulos/Etiquetas Temos tendência a rotular as pessoas de maneira negativa e ou positiva. Por exemplo na Eslóvenia dizem-se With document que significa estupido/NEE Na lituania – soviet teacher – rigoroso mas quadrado, by the book [Escreva texto] Página 16
  • 17. Finlândia – drama queens A comunicação normalmente não funciona porque cada um de nós tem uma ideia preconcebida e não abdicamos dela. Ex: Acidente de carro – um personifica no outro um estereotipo e reciprocamente . Ex: eu vou falar com um senhor que me parece ser homossexual e trato-o segundo oque penso que ele é. Ele acha que sou loira burra e trata-me como tal. Mindfullness [Escreva texto] Página 17
  • 18. O que não é mindfulness? razões para praticar mindfuness 1. Reduz o stress, ajuda a controlar as emoções, aumento da consciência corporal, melhor a nossa auto-estima, controla a solidão nos idosos, aumenta a nossa saúde e bem estar evitando doenças e controlando o nosso sono. Fonte : http://www.iniciativamindfulness.com.br/20-razes-para- mindfulness http://www.comregras.com/mindfulness-na-escola-o-que-e-essa-coisa/ a ler https://mindmatters.pt/2016/04/09/como-dois-minutos-de-mindfulness- podem-acalmar-uma-sala-de-aulas-e-melhorar-o-desempenho/ ler [Escreva texto] Página 18
  • 19. https://www.jornaldeleiria.pt/noticia/marinha-grande-pioneira-usar- mindfulness-na-sala-de-aula-2560 http://www.vidadequalidade.org/treino-em-biofeedback/ biofeedback resultante do mindfulness Limpar a mente : exercícios – 60 segundos a star e mais 60 segundos de olhos fechdos limpa a mente [Escreva texto] Página 19
  • 20. [Escreva texto] Página 20
  • Less08_Users.pdf

    Jul 25, 2017

    Bogie-SKR

    Jul 25, 2017
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks
    SAVE OUR EARTH

    We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

    More details...

    Sign Now!

    We are very appreciated for your Prompt Action!

    x