Documents

A Ressonância Morfogenética - Rupert Sheldrake

Description
A Ressonância Morfogenética Rupert Sheldrake Havia um arquipélago no Pacífico povoado apenas por macacos. Eles se alimentavam de batatas, que tiravam da terra. Um dia, não se sabe porque, um desses macacos lavou a batata antes de comer, o que melhorou o sabor do alimento. Os outros o observaram, intrigados, e aos poucos começaram a imitá-lo. Quando o centésimo macaco lavou a sua batata, todos os macacos das outras ilhas começaram a lavar suas batatas antes de comer. E entre as ilhas não havia n
Categories
Published
of 8
38
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Similar Documents
Share
Transcript
  1 A Ressonância MorfogenéticaRupertSheldrake Havia um arquipélago no Pacífico povoado apenas pormacacos. Eles se alimentavam de batatas, que tiravam daterra. Um dia, não se sabe porque, um desses macacoslavou a batata antes de comer, o que melhorou o sabor doalimento. Os outros o observaram, intrigados, e aos poucoscomeçaram a imitá-lo. Quando o centésimo macaco lavou asua batata, todos os macacos das outras ilhas começarama lavar suas batatas antes de comer. E entre as ilhas não havia nenhumacomunicação aparente.Essa história (fictícia) exemplifica uma teoria criada pelo biólogo inglês RupertSheldrake , denominada teoria dos campos morfogenéticos .RupertSheldrakeestudou Ciências Naturais no ClareCollegeda Universidade deCambridge, filosofia e história da ciência como membro da Frank Knox, em Harvard,voltando a Cambridge, obteve o seu doutorado em bioquímica e biologia celular. EmCambridge era o RiseinheimFellowda Sociedade Real fazendo pesquisas comdesenvolvimento de plantas e envelhecimento celular. Trabalhou na Índia, de 1974 a1978 no CropResearchInstitutefor Semi-AridTropicsem Haiderabad, em fisiologiade produção de leguminosas.No seu livro “Uma Nova Ciência da Vida”, Sheldraketoma posições na correnteorganicista ou holística clássica, sustentadas por nomes como Von Bertalanffye asua Teoria Geral de Sistemas ou E.S.Russell, para questionar de um mododefinitivo a visão mecanicista, que explica qualquer comportamento dos seres vivosmediante o estudo de suas partes constituintes e sua posterior redução para as leisquímicas e físicas.Por outro lado, Sheldrakepropõe a idéia dos campos morfogenéticos, os quaisajudam a compreender como os organismos adotam as suas formas ecomportamentos característicos. Morfovem da palavra grega morpheque significa forma. O campos morfogenéticossão campos de forma; campos padrões ou estruturas de ordem. Estes camposorganizam não sóos campos de organismos vivos mas também de cristais emoléculas.”  2 O que éum campo morfogenético? Os campos morfogenéticosou campos mórficos são campos que levaminformações, não energia , e são utilizáveis através do espaço e do tempo sem perdaalguma de intensidade depois de terem sido criados. Eles são campos não físicosque exercem influência sobre sistemas que apresentam algum tipo de organizaçãoinerente.“A teoria do causaçãoformativa écentrada em como as coisas tomam formas oupadrões de organização. Deste modo cobre a formação das galáxias, átomos,cristais, moléculas, plantas, animais, células, sociedades. Cobre todas as coisas quetêm formas, padrões , estruturas ou propriedades auto-organizadas.Todas estas coisas são organizadas por si mesmas . Um átomo não tem que sercriado por algum agente externo, ele se organiza sozinho. Uma molécula e um cristalnão são organizados pelos seres humanos peça por peça, mas se cristalizamespontaneamente. Os animais crescem espontaneamente. Todas estascoisas sãodiferentes das máquinas que são artificialmente montadas pelos seres humanos.Esta teoria trata sistemas naturais auto-organizados e a srcem das formas. E euassumo que a causa das formas éa influência de campos organizacionais, camposformativos que eu chamo de campos mórficos . A característica principal éque aforma das sociedades, idéias, cristais e moléculas dependem do modo em que tipossemelhantes foram organizado no passado. Háuma espécie de memória integradanos campos mórficos de cada coisa organizada.. Eu concebo as regularidades danatureza como hábitos, mais que por coisas governadas por leis matemáticaseternas que existem de algum modo fora da natureza O código genético inscrito no DNA coordena a síntese das proteínas, determinando aseqüência exata dos aminoácidos na construção dessas macro-moléculas. Os genesditam essa estrutura primária e ponto. A maneira como as proteínas se distribuemdentro das células, as células nos tecidos, os tecidos nos órgãos e os órgãos nosorganismos não estão programadas no código genético , afirma Sheldrake. Dadosos genes corretos, e portanto as proteínas adequadas, supõe-se que o organismo, dealguma maneira, se monte automaticamente. Isso émais ou menos o mesmo queenviar, na ocasião certa, os materiais corretos para um local deconstrução e esperarque a casa se construa espontaneamente.   3 Para Sheldrake, os organismos vivos não herdam apenas os genes, mas também osos campos mórficos. Os genes são recebidos materialmente dos antepassados, epermitem elaborar certos tipos de moléculas protéicas; os campos mórficos sãoherdados de um modo não-material, por meio da ressonância mórfica, não somentedos antepassados diretos, mas também dos demais membros da espécie.“As mutações genéticas podem afetar este processo de sintonia e a capacidade doorganismo para desenvolver-se sob a influência dos campos, assim como asmudanças de condensadores ou outros componentes de um televisor podem afetarsua sintonização com um canal privado ou a recepção dos programas; épossível quea imagem ou som sejam recebidos de forma distorcida. Mas, o fatode que oscomponentes mudados poderem afetar as imagens e o som produzidospelo receptorde televisão não demonstra que os programas televisivos estão incorporados noscomponentes do equipamento e sejam gerados dentro dele. De modo análogo, asmutações genéticas podem afetar a forma e a conduta dos organismos, mas isto nãodemonstra que a forma e conduta destes organismos estão programas nos genes.” Como funcionam os Campos Morfogenéticos? Os campos morfogenéticosagem sobre a matéria impondo padrões restritivos emprocessos de energia cujos resultados são incertos ou probabilísticos.Por exemplo, dentro de um determinado sistema um processo físico-químico podeseguir diversos caminhos possíveis. O que o sistema faz para optar para um deles?Do ponto de vista mecânico esta eleição estaria em função de diferentes variáveisfísico química que influenciam no sistema: temperatura, pressão, substânciaspresentes, polaridade, etccuja combinação decantaria o processo para um certocaminho. Se fosse possível controlar todas as variáveis em jogo você poderiapredizer o um resultado final do processo. Porém, não édeste modo, mas o resultadofinal ésujeito ao acaso probabilístico, algoquantificávelsópor meio de análise estatística.Muito bem, o Campo Morfogenéticorelacionadocom o sistema reduzira consideravelmente aamplitude probabilística do processo, levando oresultado em uma direção determinada.  4 Os Campos Mórficos funcionam , tal como eu explico em meu livro, A Presençado Passado, modificando eventos probabilísticos . Quase toda a natureza éinerentemente caótica. Não érigidamente determinada. A dinâmica das ondas, ospadrões atmosféricos, o fluxo turbulento dos fluidos, o comportamento da chuva,todas estas coisas são corretamente incertas, como são os eventos quânticos nateoria quântica. Com o declínio do átomo de urânio você não écapaz de predizerse o átomo declinaráhoje ou nos próximos 50.000 anos. Émeramente estatístico,Os Campos Mórficos funcionam modificando a probabilidade de eventos puramentealeatórios. Em vez de um grande aleatoriedade, de algum modo eles enfocamisto, de forma que certas coisas acontecem em vez de outras. Édeste modo comoeu acredito que eles funcionam . De onde vêm os Campos Morfogenéticos? Um campo morfogenéticonão éuma estrutura inalterável, mas muda ao mesmotempo em que muda o sistema com o qual esta associado. O campomorfogenéticode uma samambaia tem a mesma estrutura que os camposmorfogenéticosde samambaias anteriores do mesmo tipo. Os camposmorfogenéticosde todos os sistemas passados se fazem presentes para sistemassemelhantes e influenciam neles de forma acumulativa através do espaço e dotempo.A palavra chave aqui é hábito , sendo o fator que srcina os camposmorfogenéticos. Através dos hábitos os campos morfogenéticosvão variando suaestrutura dando causa deste modo às mudanças estruturais dos sistemas aosquais estão associados.Por exemplo, em uma floresta de coníferas égerado o hábito de estender as raízesa mais profundidade para absorver mais nutrientes. O campo morfogenéticodaconífera assimila e armazena esta informação que éherdada não sóporexemplares no seu entorno, assim como em florestas de coníferas em todo oplaneta.O processo responsável por essa coletivização da informação foi batizado porSheldrakecom o nome de ressonância mórfica . Por meio dela, as informações sepropagam no interior do campo mórfico, alimentando uma espécie de memóriacoletiva.
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x