Documents

5, 6 e 7 - Sociologia Clássica-1.pdf

Description
Download 5, 6 e 7 - Sociologia Clássica-1.pdf
Categories
Published
of 108
2
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Similar Documents
Share
Transcript
  CARLOS EDUARDO SELLSOCIOLOGIA CLÁSSICA:Durkheim, Weber e MarxI T A J A Í2!  SUMÁRIO A re#e$%a&'( ............................................................................................................. 03 I$%r()u&'( ................................................................................................................ 04 Ca *%u+( I  S(-i(+(.ia: (ri.e$# e ab(r)a.e$# ...................................................... 081.Origens da sociologia ............................................................................082.Augusto Comte ..................................................................................... 113.Dimensões de análise ............................................................................ 15 Ca *%u+( II  /mi+e Durkheim ................................................................................ 261.Vida e oras .......................................................................................... 262.!eoria sociol gica #uncionalista ........................................................... 283.$odernidade e di%is&o social do traal'o ............................................ 324. (ro)eto *ol+tico conser%ador.................................................................. 40 Ca *%u+( III  Max Weber ....................................................................................... 451.Vida e oras ........................ ................................................................ 452.!eoria sociol gica com*reensi%a ........................................................ 4,3.$odernidade e racionali-a&o ........... ................................................. 564.(ro)eto *ol+tico/ neutralidade .............................................................. 64  Ca *%u+( I0  1ar+ Marx ........................................................................................ ,01.Vida e oras ..................... ................................................................... ,02.$aterialismo 'ist ricodialtico ......................................................... ,33.$odo de *rodu&o ca*italista .............................................................. 844.(ro)eto *ol+tico re%olucionário ............................................................. 88 Ca *%u+( 0  S(-i(+(.ia C+##i-a: a$+i#e -(m ara%i3a ........................................ 31. Di%ersidade sociol gica ..................................................................... 32. !eoria sociol gica ............. ................................................................. 43. !eoria da modernidade ....................................................................... 4. (ro)eto (ol+tico ............... .................................................................. 1025. Continuidades e ru*turas ................................................................... 105 2  A4RESE5TA67O (re-ado estudante ste traal'o tem a inten&o de o#erecerl'e um roteiro didático  *ara o estudo da teoria social clássica a *artir de seus autores mais re*resentati%os/ mile Dur'eim7 $a 9eer e :arl $ar. Ao longo da 'ist ria do *ensamento social7 #oi se #irmando a tradi&o de considerar a ora destes tr;s *ensadores como #undamental *ara a constru&o da sociologia. Ao se de*arar com esta disci*lina7 os iniciantes das ci;ncias 'umanas sem*re se de#rontam com o estudo de suas oras. 7 diante disto7 surge uma *ergunta ine%itá%el/ a#inal7 *or <ue o  *ensamento de Dur'eim7 9eer e $ar se tornou t&o #undamental=  >ascido no amiente da sala de aula7 este teto <uer a)událo a dar uma res*osta *ara esta *ergunta. Alm disso7 ele <uer tamm mostrarl'e n&o s a im*ort?ncia <ue estes autores ti%eram *ara 'ist ria da sociologia7 mas7 *rinci*almente7 a im*ort?ncia <ue eles  *ossuem ainda 'o)e *ara o entendimento do mundo contem*or?neo. @onge de ser uma mera %olta ao *assado7 o estudo da teoria social clássica re*resenta um %erdadeiro mergul'o no *resente. n%eredar *elos seus camin'os re*resenta a *ossiilidade de com*reens&o do mundo em <ue %i%emos e7 *ortanto7 de um *ouco de n s mesmos. 3  I5TRODU67O Clássicos7 di-em os estudiosos7 s&o autores sem*re atuais.  *or isso <ue n s estamos sem*re relendo suas oras. esta ent&o a *ergunta/ <ual a atualidade dos clássicos= Consultando outros tetos de teoria sociol gica7 %oc; logo *erceerá <ue eistem muitas res*ostas *ara esta <uest&o e cada uma delas t;m a sua *arcela de %erdade. (ortanto7  interessante eaminar com cuidado o <ue elas di-em. Bma *rimeira #ormula&o *ara a <uest&o da %alidade dos clássicos7 em *oderia ser a<uela elaorada *or $ic'el oucault7 e <ue nos lemra <ue7 *ara se consolidarem7 os saeresE tendem a construir uma inter*reta&o unilinear e e%olucionista de sua 'ist ria. sta inter*reta&o tem como o)eti%o legitimar o traal'o intelectual do *resente lou%ando o *assadoF em como desacreditar inter*retaões concorrentes. Com certe-a7 a sociologia n&o está imune a este *rocesso. Gasta lemrar <ue a ele%a&o dos autores mencionados ao  *a*el de clássicosE  uma constru&o *osterior Hs suas oras. n%ol%e7 *ortanto7 uma  *a*el seleti%o em rela&o ao *assado. $uita gente im*ortante *oderia ainda ser lemrada e at e<ui*arada ao *a*el de clássicos7 mas7 #oram es<uecidos. O <ue esta inte*reta&o nos a)uda a *erceer7 en#im7  <ue estaelecer <uem  clássico ou n&o7 tamm  uma questão de “poder  E Bma segunda res*osta *ara a mesma <uest&o adota em enfoque histórico . >esta  *ers*ecti%a7 Dur'eim7 9eer e $ar s&o im*ortantes *ara o estudo da sociologia *or<ue s&o os *ioneiros desta ci;ncia. Assim7 sua im*ort?ncia *ara as ci;ncias sociais seria a mesma de (lat&o e Arist teles *ara a #iloso#ia7 ou de Ialileu Ialilei e Co*rnico *ara a #+sica7 e assim *or diante. @ogo7 o <ue )usti#ica seu estudo7  <ue os clássicos do  *ensamento social s&o uma eta*a da 'ist ria da sociologia. >&o estudálos seria es<uecer as srcens e os *assos cronol gicos desta ci;ncia. (ara a %ertente 'ist rica7 o #undamental no estudo dos clássicos  *erceer <ue eles #oram os *rimeiros res*onsá%eis *ela cria&o de uma srie de conceitos e teorias <ue ainda 'o)e s&o adotados *ela sociologia. Ainda <ue *ossam ter se modi#icado7 termos como classe socialE7 ca*italismoE7 a&o socialE7 estrati#ica&o socialE7 gru*os sociaisE e muitos outros  <ue s&o conceitos t+*icos na análise sociol gica  comearam a ser elaorados no *er+odo clássico. Como 'o)e eles ainda continuam a ser usados7  *reciso %oltar ao *assado e entender *or <ue e como eles #oram criados e utili-ados. (ara o en#o<ue 'ist rico a im*ort?ncia do estudo dos clássicos tem a %er es*ecialmente com a <uest&o da linguagem sociol gica7 suas srcens e trans#ormaões. !oda%ia7 mesmo <ue admitamos <ue cada uma das inter*retaões acima tem a sua  *arcela de %erdade7 a sociologia sem*re considerou <ue o *a*el de seus #undadores  algo muito mais do <ue aritrário ou ainda mera curiosidade 'ist rica. O *a*el de clássicosE reser%ado a Dur'eim7 9eer e $ar de%ese Hs %irtudes e <ualidades de suas *r *rias oras e teorias. De acordo com esta inter*reta&o7  os clássicos (...) são fundadores que ainda falam para nós com uma voz que é considerada relevante. Eles não são apenas 4
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x