Magazine

BOLETIM Nº 15 DA FREGUESIA DE SANTA MARIA, SÃO PEDRO E MATACÃES

Description
EDIÇÃO #15 ABRIL | MAIO | JUNHO '017 EDITORIAL Estamos no final de mais um ano letivo. transporte de crianças, assim como o apoio Grande parte do nosso…
Categories
Published
of 16
46
Categories
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
EDIÇÃO #15 ABRIL | MAIO | JUNHO '017 EDITORIAL Estamos no final de mais um ano letivo. transporte de crianças, assim como o apoio Grande parte do nosso trabalho e das nossas a todas as atividades que se desenvolvem preocupações estão centradas na capacida- pelas escolas, umas por ação dos professores, de de resposta e na qualidade da mesma, outras por ação dos pais. procurando responder às solicitações de Temos igualmente o Complemento de Apoio professores, pais e crianças. à Família no 1º ciclo que permite que as fa- Nesse sentido uma grande aposta nossa mílias consigam adaptar os horários da sua é no serviço de psicologia, que à alguns anos vida profissional com o horário da escola, existe na Junta de Freguesia, e que tem sido procurando desta forma que tudo se harmo- alvo de um aumento de investimento, porque nize com maior tranquilidade. sentimos que as crianças, mas principalmente Numa freguesia com cerca de 1800 crianças as famílias beneficiam com o trabalho de- entre pré-escolar e 1º ciclo, todo o esforço senvolvido por um conjunto de psicólogas e investimento é sempre uma aposta ganha, que prestam um serviço de excelência e de mas devemos ter a consciência que o trabalho grande mérito. nunca está terminado. Este serviço é complementado por ou- tros igualmente importantes, como seja, Francisco João Pacheco Martins Presidente da Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães ASSEMBLEIA DE FREGUESIA SESSÃO ORDINÁRIA DE 26 DE ABRIL DE 2017 ORDEM DE TRABALHOS: PONTO UM: APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DO RELATÓRIO DE CONTAS PONTO DOIS: APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE ÍNDICE REVISÃO AO ORÇAMENTO DE 2017 FICHA TÉCNICA: Editorial 2 PONTO TRÊS: TOMAR CONHECIMENTO DOS CONTROLOS Projeto Vencedor OP 2016 3 BOLETIM INFORMATIVO | Edição 15 INTERADMINISTRATIVOS DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊN- Livros com Pernas 3 Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães CIAS CELEBRADAS COM A CÂMARA MUNICIPAL PROPRIEDADE A.C. Torreense | entrevista 4 Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães PONTO QUATRO: APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DE QUES- 100 Anos 100 Fotos | SCUT 5 DIRETOR TÕES TOPONÍMICAS Centenário SCUT 6 | 7 Francisco J. P. Martins PONTO CINCO: EXPOSIÇÃO DO PRESIDENTE DA JUNTA EDIÇÃO Crescer a Sentir 8 | 9 DE FREGUESIA SOBRE A ATIVIDADE DESENVOLVIDA NO Gabinete de Comunicação da Freguesia Notícias 9 - 11 de Santa Maria, São Pedro e Matacães 1º TRIMESTRE DE 2017 COORDENAÇÃO | DESIGN GRÁFICO Obras 12 Adriana Pereira Agenda 13 TIRAGEM Canídeos | Vacinação 13 500 Exemplares DATA PREVISTA PARA A PRÓXIMA Periodicidade Trimestral ASSEMBLEIA DE FREGUESIA: Vozes da Assembleia 14 Distribuição Gratuita Re’Descobrir Re’Conhecer 15 NO DECORRER DO MÊS DE JUNHO 2 PROJETO VENCEDOR DO OP 2016 "INTEGRAÇÃO DA MULTIDEFICIÊNCIA NAS ESCOLAS: COMO COMUNICO COM UM COLEGA QUE NÃO FALA?" Em resultado do Orçamento Participa- O projeto foca-se, inicialmente, em te prática, na qual os alunos comunicam tivo de 2016 da Junta de Freguesia de todas as turmas de 1º ciclo e tem como diretamente com um caso real, com a Santa Maria, São Pedro e Matacães, objetivo sensibilizar e incentivar os referida problemática. encontra-se a ser desenvolvido o pro- alunos e professores a comunicar com jeto "Integração da multideficiência indivíduos (sejam eles colegas, familia- Terminada a abordagem direta, é entre- nas escolas: como comunico com um res ou outros) que não utilizem a fala gue, aos alunos e professores presen- colega que não fala?". Este projeto está como principal meio de comunicação. tes nas sessões, um breve e anónimo a ser desenvolvido pela Terapeuta da Para cada turma, serão realizadas 2 questionário de satisfação do projeto Fala Catarina Sabino, que conta com a sessões de 45 a 60 minutos cada, a desenvolvido que serve também para parceria da APECI (Associação para a primeira com uma abordagem teórica, avaliar o impacto da intervenção. Educação de Crianças Inadaptadas) e na qual são discutidas estratégias à Este projeto pretende fornecer novas dos agrupamentos de escola da Fre- comunicação verbal oral e partilha de ferramentas e estratégias de comunica- guesia. experiências e a segunda de componen- ção aos jovens e também aos agentes educativos. LIVROS COM PERNAS À semelhança dos anos anteriores a Junta de Freguesia continua a abraçar o projeto Livros com Pernas. Um dos principais objetivos passa por maximizar a recuperação dos livros para sua futura reutilização, proporcionando gratuitamente a todas as crianças e jovens que frequentem o 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico e secundário. Os livros sem utilidade para troca concelhia são entregues para Organizações Não Governamentais, alargando assim a consciência além-fronteiras. LIVROS A ENTREGAR: LOCAL DE ENTREGA: DATA LIMITE: — — — Manuais escolares Espaço JUNTAR 31 de agosto do ano letivo anterior. 3 ENTREVISTA ANTÓNIO LOPES CORREIA | PRESIDENTE DO ATLÉTICO CLUBE TORREENSE [CASTELO] 1| O ATLÉTICO TORREENSE TEM JÁ UM LON- GO PERCURSO COMO ENTIDADE ASSOCIATIVA. 3| QUE OUTRAS ATIVIDADES TEM A ASSO- 4| QUE PROJETOS E INICIATIVAS ESTÃO A SER PLANEADAS PARA O FUTURO? QUAIS OS MOMENTOS MAIS MARCANTES DA CIAÇÃO NESTE MOMENTO? HISTÓRIA DA ASSOCIAÇÃO? Para futuro, está sendo projetado melho- A Associação encontra-se numa fase rias no posto médico, com várias ofertas O ACT Castelo nasceu em 1947 em plena de restruturação, que passa pela uti- que possibilitem o uso para quem tiver zona histórica de Torres Vedras, numa lização das áreas de convívio e social. grandes dificuldades em se deslocar zona onde habitavam famílias numero- e para os mais carenciados financei- Tem efetuado algumas atividades para a sas, tendo-se tornado desce cedo numa ramente. Pela maior procura que está participação dos sócios e seus filhos, tais associação de referência da zona, nome- havendo para o serviço de lavagem de como prova de BTT e o ressurgimento da adamente como atestam as equipas de roupa, pensamos assim que for possível, festa de Natal, que teve música ao vivo e a futebol de 11 e de salão, basquetebol, luta a compra de mais equipamento. Efetuar entrega de prendas ás crianças do bairro. grego romana, atletismo e nos maiores parcerias com outras instituições e par- concursos de Pesca Desportiva, bem como a organização dos mesmos, não — ticulares, que permitam, termos mais atividades para jovens de todas as idades. descorando a parte social sempre ativa. — — 2| A ASSOCIAÇÃO TEM UMA INTERVEN- ÇÃO SOCIAL. QUAL A IMPORTÂNCIA DESSA 5| DEIXE UMA MENSAGEM PARA OS LEI- TORES DO NOSSO BOLETIM INTERVENÇÃO SOCIAL PARA OS RESIDENTES DA ZONA DO CASTELO? O ACT Castelo, é uma das coletividades de bairro mais antigas do distrito de Lisboa, Neste momento e fruto do apoio autár- como uma atividade de raiz social muito im- quico, a associação possui instalações portante, cabe a todos os Torreense ajudar modernizadas com posto médico, bal- a manter a associação. Contribuam com neários para masculinos e femininos ideias, um pouco da sua disponibilidade para bem como instalações equipadas com todos juntos crescermos. Faça-se sócio. máquina de lavar e secar roupa, tornan- do-se uma mais valia e permitindo o uso gratuito de quem assim o necessitar. — 4 100 ANOS 100 FOTOS LANÇAMENTO DO ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS "100 ANOS 100 FOTOGRAFIAS" NO ESPAÇO JUNTAR No dia 25 de março de 2017 foi lançado o livro “100 anos, 100 fotos”, no Espaço Juntar. O livro faz uma compilação de fotografias de diversas equipas do torreense ao longo dos anos. Este lançamento coincidiu com a exposição de diversos objetos e recordações que simbolizam o percurso e história deste emblema torreense. Estas atividades estão inseridas nas comemorações do centenário do Sport Clube União Torreense. 5 HISTÓRIA O Sport União Torreense, Sport Clube União Torreense por O Atletismo, Automobilismo, Basquetebol, Ciclismo, Futebol imposição legal a partir de 1945, foi fundado a 1 de Maio de Feminino, Hipismo, Pesca Desportiva, Rugby, Ténis de Mesa e 1917. Xadrez são as restantes modalidades que o Torreense teve ao longo da sua centenária história. No ciclismo, destaque Ao longo da sua história, o futebol foi a modalidade de maior para as vitórias na Volta a Portugal em Bicicleta individual relevo. Destacam-se os 11 títulos de Campeão do Distrito de e coletiva em 1987 [Manuel Cunha] e individual em 1989 Leiria em 1938/39, 1939/40, 1940/41, 1941/42, 1943/44, [Joaquim Gomes]. No Atletismo, destaque para José Manuel 1944/45, 1945/46, 1947/48, 1948/49, 1951/52 e 1952/53, Francisco que é o responsável da secção desde 1990. o vice-campeonato da II divisão em 1952/53, 1953/54 e 1963/64, o título de Campeão Nacional da II Divisão em Atualmente, o SCUT mantém as modalidades de Atletismo, 1954/55, as presenças na I Divisão em 1955/56, 1956/57, Futebol Sénior, Futebol Jovem, Futebol Feminino e Rugby. 1957/58, 1958/59, 1964/65 e 1991/92 e a Final da Taça de Portugal em 1956. CURIOSIDADES FUTEBOL SÉNIOR Um futebolista do clube foi campeão do mundo de sub 20 em RIAD na Arábia Saudita 1989: • Filipe Manuel Esteves Ramos - MAIORES GOLEADORES: OS MAIS TITULADOS: • José António Franco Vicente “Toinha” • Amílcar Rodrigues da Silva • António Augusto dos Santos 73 GOLOS Campeão Nacional da IIª divisão em Campeão Nacional da IIª divisão em - 1954/55. Vice-Campeão Nacional da IIª 1954/55. Vice-campeão Nacional da IIª • Vítor Manuel Mendes divisão em 1952/53 e 1953/54. Campeão divisão em 1952/53 e 1953/54. Cam- 68 GOLOS da Associação de Futebol de Leiria em peão da Associação de Futebol de - 1943/44, 1944/45, 1945/46, 1947/48, Leiria em 1947/48, 1948/49, 1951/52 • João Florindo Rosário Figueiras 1948/49, 1951/52 e 1952/53. e 1952/53. 63 GOLOS 6 PALMARÉS Campeão do Distrito de Leiria em 1938/39, 1939/40, 1940/41, 1942/43, 1944/45, 1945/46, 1947/48, 1948/49, 1949/50, 1950/51, 1951/52 [Honra]; - Semi-Finalista do Campeonato Nacional da II Divisão em 1949/50 e 1950/51; - Finalista do Campeonato Nacional da II Divisão em 1951/52; - Campeão Nacional da II Divisão em 1954/55; - Vice-Campeão Nacional da II Divisão em 1952/53, 1953/54 e 1963/64; - Campeão de Juniores do Distrito de Leiria em 1950/51, 1954/55, 1955/56; - Finalista da Taça de Portugal em 1955/56; - Vencedor da Zona Sul da II Divisão em 1963/64; - Vencedor da Série C da III Divisão em 1972/73; - Campeão da I Divisão Distrital de Juniores em 1975/76; - Vencedor da Série D da III Divisão em 1981/82; - Vencedor da Taça de Honra da Associação de Fute- bol de Lisboa da II Divisão em 1962/63, 1968/69, 1969/70, 1970/71, 1971/72, 1979/80, 1983/84, 1984/85 e 1988/89; - Vencedor do Torneio do Oeste vários anos; - Campeão Distrital de Juvenis em 1985/86 e em 1994/95; - Campeão Distrital de Juniores em 1986/87 e em 1996/97; - Vencedor do Torneio de Reservas da Associação de Futebol de Lisboa, I e II Divisões Nacionais, em 1989/90; - Campeão Distrital de Iniciados em 1988/89 e em 1994/95; - Terceiro classificado no Campeonato Nacional da II Divisão de Honra em 1990/91; OS MAIS TOTALISTAS: - Vencedor da Zona Centro da II Divisão B em 1996/97; • Carlos Alberto Saraiva Rosa • Sérgio Manuel Franco Santos - 351 JOGOS Campeão Nacional da IIª divisão em Vice-Campeão Nacional da II Divisão B em 1996/97. - 1954/55. Vice-campeão Nacional da • José António Franco Vicente IIª divisão em 1952/53 e 1953/54. 342 JOGOS Campeão da Associação de Futebol de Leiria em 1947/48, 1948/49, 1951/52 - e 1952/53. • José Francisco da Silva Costa 291 JOGOS 7 APRENDIZAGENS DE DENTRO PARA FORA | SARGE Na turma do 1º ano Sarge durante as conversas em círculo os alunos descobriram que podemos ter um antídoto como os pensamentos aliados como o Capaz, o Consegues que nos protegem do “vene- no” com os pensamentos como o Desiste, o Difícil, pensamentos tóxicos que nos podem paralisar e deixar de avançar, por exemplo na realização das tarefas escolares ou no dar o passo em frente perante um novo desafio. - APRENDIZAGENS DE DENTRO PARA FORA | BARRO Na turma do Barro descobrimos que podemos ter com aliados os pensamentos: ESCUTA-ESCUTA: CRESCER A SENTIR Usar em caso de precisar de ouvir os amigos, esperar pela nossa vez de falar, escutar o nosso corpo e o nosso coração e escutar a professora. - A Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães é uma AJUDA-AJUDA: das três Freguesias do Concelho de Torres Vedras a apoiar Usar em caso de precisar de fazer os trabalhos na escola; o Programa de Educação Emocional do Comunidade Educa- de tomar decisões, ter boas notas para passar sempre de ano. tiva – Crescer a Sentir, a ser implementado pelas Psicólogas - Carla Ferreira e Rita Pinheiro. FAZ-FAZ: De forma a garantir uma intervenção longitudinal, pela primeira vez este ano a Psicóloga Carla Ferreira iniciou as Usar quando precisamos de fazer os trabalhos de casa e tudo o intervenções grupais nas turmas de 1º ano de escolaridade que há a fazer até conseguir. Repita várias vezes ao dia para andar nas Escolas Primárias do Sarge e do Barro. Desta forma é com alegria: “Com o faf-faz tu consegues fazer tudo!” possível acompanhar o grupo de crianças que beneficiou - no ano passado no projeto, iniciado aos 5 anos. A equipa AJUDA-AJUDA: continua a arregaçar as mangas na intervenção com as crianças de 4 e 5 anos. Usar para não deixar um amigo sozinho a brincar. Acordamos a consciência de que somos nós que temos o “comando” No total são 102 crianças que beneficiam do programa, 69 da cabecinha pensadora. Assim quando estamos tristes, zangados do pré-escolar e 33 do 1º ciclo. ou assustados podemos mudar a direção do que estamos a pensar e acalmar. A intervenção no grupo-turma no âmbito da promoção de competências socio-emocionais continua a ter infusão cur- ricular e a ser em par-pedagógico com o Professor Titular da turma. A intervenção no grupo-turma no âmbito da promoção de competências socioemocionais continua a ter infusão cur- ricular e a ser em par-pedagógico com o Professor Titular da turma. O principal objetivo é apoiar as crianças no processo de adap- tação ao 1º Ciclo através das conversas em círculo [resolução de conflitos]; das músicas originais com letras destinadas à promoção da consciência e vocabulário emocional e da sua gestão de forma adaptativa e da implementação da aprendizagem de 15 toques do programa de Massagens na escola – MISA [Hands on Respect]. A EQUIPA DE TODAS AS HORAS: Carla Ferreira PSICÓLOGA EDUCACIONAL E EDUCADORA EMOCIONAL CONTACTOS TRIM-TRIM: - Rita Pinheiro • crescerasentir@gmail.com PSICÓLOGA CLINICA • carlaferreira.pe@gmail.com E TERAPEUTA FAMILIAR • gp.rita@gmail.com 8 O OLHAR DA PROFESSORA SUSANA LEITÃO | EB1 SARGE A Professora Titular, Susana Leitão classificou as sessões [histó- SÓ DEPENDE DE NÓS rias, músicas e atividades] como muito apelativas para as crianças, expresso no interesse das mesmas sessões. Considera que as ESCOLA BÁSICA PADRE VÍTOR MELÍCIAS temáticas abordadas adapta-se bastante ao dia-a-dia, referindo que o programa teve um impacto positivo na exteriorização das emoções e sentimentos por parte das crianças. Não sentiu dificul- dades com o programa e sugere que o mesmo seja implementado ao longo do ano. Destaca como estratégias inovadoras o “abraça o silêncio”; as massagens; a história da estima* e as conversas em círculo [resolução de conflitos entre pares]. *História adaptada de coleção Crescer a Brincar, de Paulo Moreira. - O OLHAR DA PROFESSORA LILIANA SANTOS | EB1 BARRO “O projeto Crescer a Sentir, levando as crianças a percecionar algumas das suas emoções [tristeza, alegria, medo …], propicia uma tomada de consciência das competências socioemocionais de cada um. Desta forma, e tendo em conta que em contexto escolar a sociabilização das crianças está mais presente, faz todo o sentido que este tipo de abordagem se articule com o currículo específico do 1º ciclo, pois poderá fornecer-nos instrumentos para gerir conflitos/comportamentos. É muito interessante observar nas sessões alguns dos comportamentos/expressões dos alunos quando estes têm que verbalizar ou refletir sobre determinadas sensações ou pensamentos, no fundo quando tomam consciência do que sentem.” - Na manhã do dia 4 de abril de 2017, encerramento do DESCOBERTAS DO CORAÇÃO: 2.º período na escola básica Padre Vítor Melícias, convidaram-se os encarregados de educação para pas- Sabia que existe um bichinho carpinteiro que às vezes não nos sarem um dia divertido com os seus educandos. deixa em paz? Com o apoio e disponibilidade da docente de AFD, Diana Faz-nos pensar que não há solução e ainda por cima o que menos Silveiro, desenvolveu-se um conjunto de atividades des- quer é que pensemos no assunto? É que quando pára para pensar portivas, no pátio exterior da escola, onde participaram é precisamente quando mais vontade tem de mexer ora um pé, em simultâneo pais, alunos, professores e assistentes uma mão e quando e quando não é o corpo todo. Este bichinho não é mau, pelo contrário. Quando lhe damos ouvidos é quando operacionais. aparecem as ferramentas da amigação: o trava pé, o trava língua. Foi uma experiência enriquecedora para todos. Vários Enfim, o trava o corpo todo! Basta estarmos atentos. Quando res- elementos mostraram vontade de, oportunamente, piramos fundo, pararmos para pensar vamos conseguir acalmar. a repetir . Tudo melhor vai resultar! - FESTA DA PRIMAVERA ESCOLA BÁSICA DA Nº1 No último dia de aulas do 2º período, a 4 de abril a EB da N.º 1 abraçou a Festa da Primavera. Envoltos em muita cor e animação, os alunos, encarregados de educação, professores e auxiliares desfrutaram de um dia diferente. Ao longo das bancas, flores, doces e objetos artesanais eram algumas das opções de compra. Para a realização da mesma, a Junta de Freguesia cedeu o transporte e a mão de obra para a montagem de bancas, assim como disponibilizou carrinha e motorista para a des- locação ao viveiro de plantas, no Ramalhal. 9 GREENFEST PRÉMIO NACIONAL ECOFREGUESIAS XXI A freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães foi distinguida no passado dia 24 de Março de 2017 com o Prémio Nacional ECOFREGUESIAS XXI da ABAE [Associação Bandeira Azul da Europa] numa cerimó- nia realizada durante o Greenfest em Torres Vedras. Este prémio tem como finalidade reconhecer as fregue- sias mais sustentáveis, ao nível do ambiente, da vertente social e da economia. Este projecto tem como propósito aproximar o território das pessoas que o habitam, focando-se na acção local. A participação da freguesia começou em 2014 quando foi selecionada, a nível nacional, como freguesia-piloto pela ABAE e durante a realização da sessão participativa a proposta vencedora foi: o alargamento do projecto "Horta Comunitária" á zona do Barro, visto já estar im- plementado na Boavista-Olheiros. - OS PRINCIPAIS OBJETIVOS SÃO: • Informar sobre comportamentos •Sensibilizar para a responsabilidade • Contribuir para a prática da agricul- e práticas sustentáveis; individual e coletiva na construção de tura sustentável. uma comunidade mais sustentável; FEIRA RURAL PORTA 5 A Feira Rural está de volta à cidade de Torres Vedras, nas manhãs do primeiro sábado de cada mês, de abril a outubro. Aproveite e venha visitar as cerca de 250 bancas onde O novo espaço cultural a diversidade predomina. “Porta 5” foi inaugurado no passado dia 8 de abril. Poderá, ainda, usar o serviço de babysitting O espaço situa-se na Rua ao longo de uma hora, gratuitamente. Assim Ferreira Roque [nas anti- como desfrutar da animação musical itinerante gas instalações da PSP] e comboio turístico. A “Porta 5” pretende ser um espaço criativo de convívio e partilha entre artistas da região. Na cerimónia de inaugu- ração estiveram presen- tes o Presidente da Junta de S. Maria, S. Pedro e Matacães – Francisco Martins, o Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras – Carlos Bernardes, e o Secretário de Estado das Autarquias Locais – Carlos Miguel. 10 GALA DA FÍSICA "MENS SANA IN CORPORE SANO" A primeira Gala da Física, denominada “Mens Sana in Corpore Sano”, aconteceu na noite de 9 de abril de 2017. O evento coincidiu com a comemoração do 92º Aniversário da Associação de Educação Fís
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x