Business & Finance

1. PALAVRA DO PRESIDENTE

Description
BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. Sede: Av. Dr. Silas Munguba, Fortaleza Ceará Capital Aberto CNPJ nº / PALAVRA DO PRESIDENTE O Banco do Nordeste superou, em 2016, o cenário econômico
Published
of 19
8
Published
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. Sede: Av. Dr. Silas Munguba, Fortaleza Ceará Capital Aberto CNPJ nº / PALAVRA DO PRESIDENTE O Banco do Nordeste superou, em 2016, o cenário econômico adverso e contratou 5 milhões de operações, no valor total de R$ 22,2 bilhões que financiaram, em todos os municípios do Nordeste, projetos capazes de gerar emprego e aumentar a renda, beneficiando os diversos setores e segmentos da economia regional. Desse montante, originaram-se do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) R$ 11,2 bilhões, dos quais R$ 6,9 bilhões, correspondentes a 61%, destinaram-se a clientes de pequeno porte. No Banco do Nordeste, a premissa é levar o crédito a quem mais precisa. Maior programa de microcrédito orientado da América Latina, o Crediamigo, por exemplo, contratou 4,2 milhões de operações, ao emprestar R$ 8 bilhões para um total de clientes. Em 2016, o Banco manteve a liderança na aplicação de recursos de longo prazo e de crédito rural na sua área de atuação, detendo 61% do total de recursos aplicados, embora tenha apenas 8% da rede bancária. O Banco também criou, nos Estados de Sergipe e Ceará, o projeto-piloto Crediamigo Mais, voltado exclusivamente para clientes formalizados juridicamente, visando contemplar empréstimos destinados a investimento fixo e capacitações. Sem dúvida, será um grande avanço no programa que vem transformando a vida das pessoas. Numa visão pioneira, o Banco do Nordeste tornou-se o primeiro banco público a perceber a importância da inovação para as políticas, estratégias e ações que impactem diretamente na população. Por isso, lançou o Hub Inovação Nordeste, um espaço de criação no qual as novas ideias possam contribuir com a dinamização da economia regional. Na lógica de inovar continuamente, o Banco atuou de forma incisiva em Lançou as linhas de financiamento FNE Sol, destinado a aquisições de sistemas de micro e mini geração distribuída de energia, a partir de fontes renováveis; FNE Água, voltado para a gestão sustentável da água; e FNE Semente, destinado a financiar a formação, implantação e desenvolvimento de startups. Nada mais adequado para uma região em que a luz do sol é matéria farta, a água escassa, e o capital humano detentor de reconhecida capacidade de empreendedorismo. O Banco ousou mais: lançou o Cartão BNB, para agilizar o financiamento aos empreendedores, e o Cartão BNB Agro, destinado a produtores rurais com crédito rotativo pré-aprovado de até R$ 2 milhões; e implantou o serviço saque sem cartão para pessoa física. Esse esforço de gestão para fazer um banco cada vez melhor, com a participação dos funcionários comprometidos com a eficiência, a eficácia, a efetividade e a ética, foi 1 reconhecido. O Banco recebeu, em 2016, o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas, concedido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), e venceu o Prêmio Gestão para Resultados do Desenvolvimento, na categoria Planejamento Estratégico/Nível Nacional, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvido (BID), e o Prêmio Agrobanco, da Associação Latinoamericana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (Alide). O mais importante, porém, é o compromisso permanente de todos os que fazem o BNB como o Banco de Desenvolvimento da Região, um banco capaz de fazer a diferença na vida das pessoas. Marcos Costa Holanda Presidente 2 Destaques: Apresentamos a seguir os destaques em resultados, premiações, produtos e serviços alcançados pelo Banco do Nordeste em Contratações de mais de 5 milhões de operações, atingindo o valor global de R$ 22,2 bilhões, sendo R$ 11,2 bilhões com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE); Contratações de R$ 8 bilhões no Crediamigo, alcançando mais de 4,2 milhões de operações de crédito realizadas, atendendo a clientes; Contratação de R$ 1,97 bilhão no Agroamigo, em 481,6 mil operações. Crescimento de 139,5% do Lucro Líquido, atingindo R$ 732,1 milhões; Regularização de operações, totalizando R$ 2,38 bilhões auferidos em recuperação de crédito; Redução expressiva das despesas com aprovisionamento de crédito no valor de R$ 422 milhões; Melhoria de 7,8% no Índice de Eficiência Operacional, comparando-o ao exercício de 2015; Melhoria no Índice de Basileia, encerrou 2016 em 15% (no ano de 2015: 13,61%), o que garante ao BNB uma boa margem para continuar expandindo os seus negócios em 2017; Evolução na utilização de canais digitais para transações bancárias, com 50% do volume total de transações do Banco sendo realizadas via Internet Banking e Mobile Banking; Criação da função técnica de Economista-Chefe para assessorar o Banco no gerenciamento de questões econômicas e de desenvolvimento, conduzindo pesquisas e análises sobre tendências macro e microeconômicas; Lançamento do Hub Inovação Nordeste (Hubine), como espaço de apoio a iniciativas inovadoras, que criem soluções capazes de contribuir com a dinamização da economia regional; Lançamento do FNE Sol - linha de financiamento destinada à aquisição de sistemas de micro e minigeração distribuída de energia, a partir de fontes renováveis; Lançamento do FNE Água - linha de financiamento destinada à gestão sustentável da água; Criação do FNE Semente Previsto na Programação FNE para 2017, cujo objetivo é o apoio à implantação de Startups fomentando o empreendedorismo e projetos com alto potencial de crescimento. Produtos 3 Lançamento do Cartão BNB inovação que agiliza o financiamento às empresas de todos os portes dos setores industrial, comercial, de serviços e de turismo na aquisição isolada de veículos, móveis, utensílios, máquinas, equipamentos, matériaprima e insumos; Lançamento do Cartão BNB Agro - destinado a produtores rurais e utilizado para a contratação e desembolso de operações de crédito, de forma automática, por meio de crédito rotativo pré-aprovado de até R$ 2 milhões, destinado a financiar a aquisição isolada de bens novos (máquinas, equipamentos, tratores, microtratores, colheitadeiras e veículos); Saque sem Cartão serviço que permite ao cliente pessoa física realizar saques sem o cartão de débito nos terminais de autoatendimento do Banco do Nordeste; Criação, em projeto-piloto, do Crediamigo Mais, voltado exclusivamente para clientes com CNPJ e contempla empréstimos destinados a investimento fixo e capacitações, disponível inicialmente em unidades de Sergipe e Ceará. Prêmios/Reconhecimentos O Banco do Nordeste foi laureado com o Prêmio Agrobanco, promovido pela Associação Latinoamericana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (Alide) e patrocinado pelo Banco Agropecuário do Peru (Agrobanco), como reconhecimento ao apoio dado ao Setor Florestal; O Banco do Nordeste foi o vencedor do II Prêmio Gestão para Resultados do Desenvolvimento 2016, na categoria Planejamento Estratégico (Nível Nacional) promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); As Práticas de gestão de pessoas do Banco do Nordeste foram reconhecidas como exemplos pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) no Caderno de Boas Práticas de Gestão de Pessoas das Empresas Estatais Federais; O Banco do Nordeste recebeu o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas, concedido pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O prêmio é um incentivo para que os gestores públicos possam adotar as melhores práticas e devolver os impostos pagos pela sociedade em bons serviços públicos; De acordo com o Banco Central, o Banco do Nordeste é a empresa com menor número de reclamações entre os bancos com mais de 4 milhões de clientes. O ranking é formado a partir das demandas registradas pelo público e considera bancos comerciais, múltiplos, cooperativos, de investimento, filiais dos bancos estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI) e administradoras de consórcio. 2. MODELO DE NEGÓCIOS O Banco do Nordeste (BNB) aplica recursos na Região por meio das operações de empréstimos e financiamentos e oferece produtos e serviços financeiros aos agentes econômicos, visando produzir resultados que garantam tanto a sua sustentabilidade quanto os interesses da sociedade. O Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) é a principal fonte de recursos utilizada pelo Banco. 4 A solução das grandes questões regionais, a transformação do Nordeste e sua participação mais efetiva no cenário sócioeconômico nacional caracterizam o desafio maior e alvo principal das ações do Banco do Nordeste, como o Banco de desenvolvimento da Região, que atua ampliando oportunidades, fortalecendo os agentes produtivos, produzindo impactos de interesse da sociedade nordestina, gerando empregos, proporcionando melhoria da renda das famílias, promovendo a inclusão social e financeira e atuando em área de grande carência econômica, como o semiárido. Para alcançar melhor cobertura geográfica e atendimento de sua missão, o Banco tem atuado desde 2012 na política de readequação, reforma e ampliação de seus pontos de atendimento (unidades de microcrédito e agências). Assim sendo, em 2016, com a instalação de 19 novas agências, ampliou-se a capilaridade da rede para 316 unidades, chegando-se ao total de 775 pontos de atendimento físico, incluindo as unidades de microcrédito (Tabela 1). Tabela 1 Pontos de Atendimento Físico Posição: dez/2016 UF Agências Unidades de Total Municípios Microcrédito de Pontos Atendidos Alagoas Bahia Ceará Espírito Santo Maranhão Minas Gerais Paraíba Pernambuco Piauí Rio Grande do Norte Sergipe Total Fonte: Marketing/Banco do Nordeste. No cumprimento de sua missão, o Banco do Nordeste contribui de maneira efetiva para transformação da realidade regional e para redução das desigualdades. Isso pode ser constatado pela liderança assumida pelo Banco do Nordeste nas aplicações de recursos de longo prazo e de crédito rural na sua área de atuação. Com apenas 8% da rede bancária, o Banco lidera a aplicação de recursos de longo prazo e crédito rural, detendo 61% do total de recursos aplicados na sua área de atuação (Tabela 2). Tabela 2 Participação do Banco do Nordeste nos Financiamentos Unidades Geográficas (1) Agências Bancárias Participação Banco do Nordeste/ Financiamentos (2) UF Total Banco do Rede Bancária (%) Longo Crédito Nordeste Prazo (3) Rural Alagoas ,4% 71,1% 58,0% Bahia ,9% 51,2% 47,7% Ceará ,7% 74,4% 79,1% Espírito Santo ,3% 21,9% 12,2% Maranhão ,4% 64,1% 60,6% Minas Gerais ,8% 55,4% 43,9% Paraíba ,6% 75,1% 75,9% Pernambuco ,0% 65,2% 60,8% Piauí ,8% 67,4% 82,5% Rio Grande do Norte ,5% 69,5% 76,4% 5 Sergipe ,4% 73,5% 72,9% Total ,0% 61,6% 56,3% Fontes: Sisbacen e Sistema BNB S400. Notas: (1) Região Nordeste, norte de MG e ES. (2) Os dados Sisbacen contemplam bancos comerciais e múltiplos com carteira comercial. Financiamentos FNE foram acrescidos aos dados do Sisbacen e do Banco do Nordeste. (3) Inclui crédito rural (financiamentos rurais e agroindustriais). A importância do Banco para a região Nordeste pode ser observada pela expressiva participação no Crédito Rural. Com base nas informações constantes na Matriz de Dados do Crédito Rural (MDCR), do Banco Central do Brasil (Bacen), relativas às operações realizadas durante os Planos Safra de a , verifica-se que foram contratados R$ 39,4 bilhões no Nordeste. Desse montante, o Banco do Nordeste foi responsável por R$ 15,5 bilhões, que corresponde a 39,4% de participação no mercado, constituindo-se o Banco que mais aplica no segmento rural na região Nordeste, conforme Tabela 3. Tabela 3 - Região Nordeste - Planos Safra (1) a (R$ milhões) Plano Safra Nordeste Banco do Nordeste % Banco do Nordeste/NE ,7% ,6% ,6% Total ,4% Fonte: Matriz de Dados do Crédito Rural - MDCR/Banco Central do Brasil (Bacen). Nota 1: Cada Plano Safra compreende o período entre os meses de julho do ano em que o plano é lançado e junho do ano subsequente. 2.1 Desenvolvimento Regional Para promoção do desenvolvimento regional e para avaliação e implantação de políticas de desenvolvimento regional, o Banco dispõe do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), com atuação destacada na elaboração, promoção e difusão de estudos, pesquisas e informações socioeconômicas, na avaliação de políticas e programas e na realização de estudos, produzindo e publicando, também, obras técnicas e outros trabalhos de interesse do Banco, em parceria com instituições ligadas ao desenvolvimento regional. O Economista-Chefe foi a função técnica criada para assessorar o Banco no gerenciamento de questões econômicas e de desenvolvimento, conduzindo pesquisas e análises sobre tendências macro e microeconômicas, fato este que consolidou o Etene como uma unidade de consultoria econômica para a Instituição, incrementando a disponibilização de análises prospectivas e a identificação de tendências, apoiando a agenda de atuação do Banco. Em 2016, foram desenvolvidos pelo Etene diversos modelos econométricos para previsão de comportamento de variáveis, tais como a aplicação e o desempenho das metas do FNE, a inadimplência na Região e a demanda por crédito nos municípios nordestinos. Merece destaque, ainda, o lançamento do Diário Econômico do Etene, informativo com análises breves sobre os principais temas e indicadores econômicos regionais e nacionais. Em estudos e pesquisas setoriais foram realizadas 34 análises sobre atividades econômicas de interesse do Banco e, a partir do 2º semestre, passaram a ser reunidas no Caderno Setorial, publicação mensal do Etene com detalhes sobre a evolução recente dos principais indicadores, fatores de risco e tendências esperadas para os setores, segmentos e atividades mais importantes da economia regional. Destacam-se os seguintes trabalhos do Etene em 2016, sob a condução do Economista-Chefe: 6 Publicação dos Relatórios de Informações Socioeconômicas Municipais - retratos consolidados de cada uma dessas unidades administrativas a partir de dados e informações atualizadas periodicamente; Divulgação de dois novos índices econômicos Inflação Nordeste (IPCA-NE) e Cesta Básica Regional, ambos desenvolvidos pelo Etene (metodologia própria); Avaliação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com o objetivo de analisar o sistema de planejamento e operacionalização do Programa, bem como seus resultados e impactos micro e macroeconômicos; Avaliação de Impacto do Programa de Desenvolvimento do Turismo do Nordeste Segunda Fase (Prodetur/NE-II); Construção da Linha de Base do Novo Modelo Agentes de Desenvolvimento; Realização do 22º Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento, com o tema Inovação para o Desenvolvimento ; Realização do XXI Encontro Regional de Economia, evento promovido pela Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec) com o apoio do Banco do Nordeste. 2.2 Fundos Científicos, Tecnológicos e de Desenvolvimento Como parte de seu papel de indutor do desenvolvimento regional, o Banco do Nordeste apoia estudos técnicos, projetos de pesquisa, difusão e inovação tecnológica por meio da concessão de recursos não reembolsáveis do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci) e do Fundo de Desenvolvimento Regional (FDR). No exercício de 2016, o Banco do Nordeste apoiou com recursos do Fundeci 16 (dezesseis) convênios, totalizando R$ 1,98 milhão, destacando-se as seguintes pesquisas: a) Produção de Antígenos Recombinantes de Leptospiras e Padronização de Teste Rápido para o Diagnóstico da Leptospirose ; b) Nanocompósitos Contendo Própolis Vermelha para a Regeneração da Medula Celular ; e c) Purificação de Bioativos de Palma Forrageira (opuntia fícus-indica) Utilizando Sistemas Aquosos Bifásicos para Aplicações Contra o Câncer. 2.3 Sustentabilidade Desde 2010, o Banco do Nordeste elabora anualmente o Relatório de Sustentabilidade, visando compartilhar suas ações de responsabilidade socioambiental e suas práticas de governança corporativa com seus públicos de relacionamento. A elaboração desse relatório é realizada alinhada às diretrizes da Global Report Initiative (GRI). Em 2016, o Banco do Nordeste desenvolveu diversas ações de responsabilidade socioambiental relacionadas tanto à sua atividade de Banco de Desenvolvimento, ou seja, tanto à concessão de financiamentos para o desenvolvimento sustentável da Região onde atua quanto às atividades relacionadas ao funcionamento da empresa em si. As principais ações são destacadas a seguir: Implementação da Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) do Banco do Nordeste, por meio do desenvolvimento de ações constantes em seu respectivo Plano de Ação, em cumprimento à Resolução BACEN nº 4.327, de e ao Normativo FEBRABAN SARB nº 14, de A PRSA do Banco do Nordeste encontra-se disponível na página eletrônica do BNB na internet, no endereço: 7 Destinação de recursos de incentivos fiscais a projetos sociais no âmbito do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA), da Lei de Incentivo ao Esporte e do Fundo dos Direitos do Idoso. Em 2016, foram destinados recursos financeiros no valor de R$ 1,09 milhão em favor do FIA atendendo 16 projetos que beneficiarão crianças e adolescentes de baixa renda; Contratação de operações de financiamento relacionadas ao meio ambiente e à inovação, alcançando o montante de R$ 445,4 milhões por meio dos programas ambientais FNE Verde, Pronaf Semiárido, Pronaf Floresta, Pronaf Eco e Pronaf Agroecologia, além de R$ 590,3 milhões aplicados com recursos do programa FNE Inovação (Tabela 4). Programa Tabela 4 - FNE Programas Ambientais e de Inovação (Em R$ milhões) Variação Valor Qtde Valor Qtde Valor FNE Verde 52 38, ,5 644,1% PRONAF , ,9 0,4% FNE Inovação , ,3 70,1% Total , ,7 91,3% Fonte: Ambiente de Controle de Operações de Crédito Ainda em 2016, diante da crescente preocupação com o uso consciente dos recursos naturais, o Banco lançou as linhas de créditos FNE Sol e FNE Água. O FNE Sol é uma linha de financiamento destinada à aquisição de sistemas de micro e minigeração distribuída de energia, a partir de fontes renováveis; enquanto o FNE Água é uma linha de financiamento destinada à gestão sustentável da água, compreendendo investimentos nos seguintes eixos: Acesso: disponibilidade e uso de fontes alternativas ao sistema público; Eficiência: diminuição de consumo e/ou reutilização; Recuperação de mananciais: reflorestamento de matas ciliares e nascentes e Saneamento: serviços de oferta de água potável, coleta e tratamento de esgotos. 2.4 Política de Desenvolvimento Territorial O objetivo da Política de Desenvolvimento Territorial é fortalecer as cadeias produtivas das atividades priorizadas, incorporar inovações tecnológicas em atividades produtivas, potencializar a participação dos agentes econômicos locais no processo de desenvolvimento e melhorar as condições de vida da população regional. O Banco do Nordeste implantou em 2016 os projetos-piloto dos Planos de Ação Territorial, instrumento que embasa a ação local no âmbito da sua Política de Desenvolvimento Territorial. Os projetos marcam também o início em campo do modelo atualizado de ação dos Agentes de Desenvolvimento do Banco. Assim, foram elaborados em 2016, como projeto-piloto, 21 Planos de Ação Territorial, em 21 territórios da área básica de atuação do BNB, de 11 estados (Região Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo), contemplando 11 atividades produtivas: Agroecologia, Apicultura, Avicultura, Bovinocultura de Leite e Mista, Caprinocultura, Caprinovinocultura de Leite, Fruticultura, Grãos, Milho, Mandiocultura e Piscicultura. O Programa Cisternas Rurais foi operacionalizado pelo Banco do Nordeste por meio de contrato de prestação de serviços com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à 8 Fome (MDS) para a construção de cisternas sendo para o consumo humano (primeira água) e de produção (segunda água) em 37 municípios dos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. 2.5 Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) A Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) tem importante papel no modelo de negócio do Banco do Nordeste,
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x